Destaques

Editorial. Por que reclamamos tanto?

Quem somos no mundo de hoje? O que nos agrada? O que buscamos? O que sentimos? O que desejamos? Tantas incógnitas, tantas perguntas que é difícil encontrarmos as respostas, nada do que temos, nada do que alcançamos parece ser suficiente para encontrar a felicidade, e dizer que estamos satisfeitos e felizes, tudo parece estar num futuro tão distante que nós mesmos a fazemos se distanciar cada vez mais, fazendo com que pareça que nunca encontramos o caminho certo para alcança-la.

 

As pessoas costumam reclamar de tudo, de tudo que já possuem como roupas, calçados, sendo que tantas pessoas não tem nada para vestir ou calçar, reclamam por não ter uma mesa farta, mas, ao menos há alimentos que saciam a fome, sendo que muitas pessoas morrem por não terem nada o que colocar na boca, reclamamos que queríamos mudança na nossa casa, sendo que milhares de pessoas fazem da rua seu lar e da caixa de papelão seu abrigo, reclamamos dos nossos dias que são ruins, mas  enquanto isso pessoas passam seus dias num leito de hospital, fazemos brigas, intrigas com a família enquanto o que muitas crianças abandonadas desejavam era ter um lar, uma família, alguém para chamar de pai e mãe.

 

Reclamamos que falta tempo para visitar um amigo, a família, de ter um momento de lazer, de viajar, de aproveitar a vida, esse tempo falta por que estamos sempre atrás dessa busca pela felicidade, que é uma felicidade material, sendo que no dia que partirmos não será possível leva-la conosco e talvez nem seja possível encontra-la por que ela e tão incerta que nos faz viver sonhando num futuro distante e esquecer que a vida é única e que temos que vive-la hoje.

 

Por Maria Camila Haide

 

Publicidade

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Twitter e curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.