Vale a pena fazer?

Vale a pena fazer o curso de Saneamento Ambiental?

Em parceria com a Uninter, o Riomafra Mix continua sua série de reportagens sobre cursos de nível superior à distância. Intitulada de “Vale a pena fazer?”, as reportagens abordam carreira, formação, mercado de trabalho e investimentos. O curso abordado essa semana é o de Saneamento Ambiental.

 

O curso

Segundo a gestora do Polo Uninter Rio Negro, professora Gicele Wormsbecher, o curso forma profissionais capacitados para o gerenciamento, supervisão, avaliação e operação de sistemas de abastecimento de água, de coleta e tratamento de efluentes domésticos, industriais e agrícolas. O profissional monitora e avalia sistemas de drenagem urbana e rural, vistoria, realiza perícias, avalia e elabora laudos e pareceres técnicos, além de planejar, elaborar e implantar campanhas de educação sanitária e ambiental.

 

“Esse é o primeiro curso de Saneamento Ambiental do Brasil a ser ofertado na modalidade de Educação à Distância. O corpo docente é composto em sua maioria por mestres e doutores que atuam na área ambiental. A grade curricular apresenta conteúdos que fornecem as bases para a atividade de gestão do saneamento ambiental, bem como para a promoção da saúde e da qualidade de vida. Para as disciplinas práticas, contamos com a estrutura de laboratórios virtuais”, disse.

 

Carreira

Tendo em vista o aumento dos impactos ambientais e da sensibilização da sociedade, o exercício profissional do Tecnólogo em Saneamento Ambiental está em crescimento, graças à demanda por pessoas habilitadas no controle das modificações ambientais por meio das técnicas do saneamento ambiental. Estes profissionais podem atuar em empresas públicas e privadas de saneamento ou gestão ambiental, além de laboratórios de análises de impacto ambiental, fiscalização ambiental, indústrias, consultoria, além do desenvolvimento de atividades como pesquisador na área ambiental.

 

O Curso Superior Tecnológico em Saneamento Ambiental forma profissionais capacitados para o gerenciamento, supervisão, avaliação e operação de sistemas de abastecimento de água, de coleta e tratamento de efluentes domésticos, industriais e agrícolas. O tecnólogo em Saneamento Ambiental também monitora e avalia sistemas de drenagem urbana e rural, além de planejar, elaborar e implantar campanhas de educação sanitária e ambiental. Outros campos de atuação para estes profissionais são a vistoria, a perícia, a avaliação e elaboração de laudos e pareceres técnicos em sua área de formação.

 

O saneamento está diretamente relacionado às medidas de controle dos fatores responsáveis por afetar a qualidade de vida do homem. Prover a gestão adequada dos resíduos sólidos, abastecimento de água, tratamento adequado de efluentes são algumas das ações previstas para o saneamento ambiental e que demandam um número crescente de profissionais, tendo em vista o aumento populacional e a elevada degradação do meio ambiente.

 

Investimentos

Na Uninter o curso de graduação em Saneamento Ambiental, tem duração de dois anos, com titulação de tecnólogo. A matrícula custa R$ 49,90 e o investimento mensal é de R$ 309,83. O aluno ganha também um curso de inglês 100% on-line.

 

A graduação é autorizada pela Resolução CEPE Nº 201/2017 de 20/10/2017.

 

Quer saber mais sobre o curso: clique aqui. Ou aqui para fazer sua inscrição.

 

– Continua após a publicidade –

 

VER PRIMEIRO

Agora, que tal seguir o nosso Instagram, Twitter ou curtir a nossa página no Facebook? Para que você possa continuar acompanhando os melhores posts sobre Rio Negro e Mafra, diariamente, em suas redes sociais.