Momento RMix: A história do cobrador de ônibus de Mafra que se tornou sacerdote

O que é destaque em Rio Negro, Mafra, Itaiópolis e região, você confere no Momento RMix.

Continua após a Publicidade

Continua após a Publicidade

 

– O Riomafra Mix iniciou a semana resgatando uma bela e motivadora história. A do padre Ozenildo Staviski, falecido recentemente vítima da covid-19. Entre 2005 e 2009, ele foi pároco da Igreja Bom Jesus da Coluna em Rio Negro. Mas o que poucos sabem, é que sua história começou como cobrador de ônibus, na empresa chamada ‘Irmãos Guerber’. A história completa está disponível em nosso site, vale conferir.

 

– Um casal homoafetivo será ressarcido pelo Estado de Santa Catarina após ter pedido de casamento civil impugnado pelo Ministério Público de Mafra. O caso ocorreu em 2016, após o STF reconhecer a inconstitucionalidade da distinção de tratamento nas uniões homoafetivas. Na época, o casal solicitou no cartório o pedido de registro do casamento civil. Eles chegaram a marcar a data e entregar os convites do casamento, no entanto, um dia antes da celebração, foram informados que o pedido havia sido impugnado. O casal ingressou com uma ação indenizatória, e Estado foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais e materiais ao casal.

 

– Itaiópolis e Mafra voltaram ao nível grave para a covid-19, após uma semana em estado gravíssimo. Em Santa Catarina, sete regiões apresentam risco grave, simbolizado pela cor laranja e oito estão em risco potencial alto, na cor amarela. Apenas uma região está em nível gravíssimo.