Jorginho Mello lança Plano Estadual de Transição Energética Justa

A atividade deve garantir mais de 20 mil empregos e beneficiar cerca de 100 mil pessoas de forma direta e indireta.

Foto: Roberto Zacarias/Secom

 

 

 

O governador Jorginho Mello e o secretário de Meio Ambiente e Economia Verde, Ricardo Guidi, estiveram em Criciúma nesta segunda-feira (27), para o lançamento do Plano Estadual de Transição Energética Justa, que visa diminuir impactos sociais, ambientais e econômicos diante da transição para energias mais limpas.

 

De acordo com Jorginho, a ideia é fazer a transição do carvão, que é uma energia fóssil para uma energia renovável.

 

O município foi o local escolhido para o lançamento por ser a região de maior impacto, devido à readequação das Termoelétricas, isso porque 15% da economia local vem do setor. A atividade garante mais de 20 mil empregos e beneficia cerca de 100 mil pessoas de forma direta e indireta. Além disso, fatura mais de 6 bilhões de reais por ano e movimenta diferentes setores da região.

 

Na cerimônia, foi assinada a ordem para contratação de empresa especializada que vai elaborar estudos técnicos para desenvolvimento do plano de transição energética justa. Com isso, deve apresentar ações de curto, médio e longo prazo, viabilizando uma política permanente para redução da emissão de gases de efeito estuda, alinhada ao desenvolvimento da região.

 

Contudo, não foi só o lançamento do projeto que foi destaque no evento. A presença dos dois principais candidatos à prefeitura de Criciúma, Ricardo Guidi, secretário de Meio Ambiente e Economia Verde, que irá concorrer pelo PL após um pequeno “mal entendido” com o PSD, e Clésio Salvaro (PSD), que está apoiando o Vagner Espíndola, o Vaguinho, a quem ele fez questão de citar durante seu discurso, também chamou atenção. Comentários de bastidores afirmam que Clésio queria mesmo era desviar os holofotes de Guidi, que era o protagonista do projeto e estava ali com o respaldo do governador Jorginho.

 

Isso que estamos somente na pré-campanha.

 

Novo secretário de Estado da Saúde

Foto: GovSC/Divulgação

 

Nesta terça-feira (28), o governador Jorginho Mello (PL) reforçou o nome de Diogo Demarchi Silva como novo secretário de Estado da Saúde durante a inauguração de uma sala de espera do Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), em Florianópolis. Enquanto não deixa o cargo para dedicar-se à sua campanha, Carmen Zanotto segue a todo vapor junto ao Governo do Estado.

 

Além da entrega da nova sala do Joana de Gusmão, somente no início desta semana, também foi entregue a estrutura física do novo bunker de radioterapia do Cepon e assinada a autorização para o início das obras do novo serviço de hemodiálise de Florianópolis. Carmen, vai, mas deixa seu legado.

 

Plano de contingência

O Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC) está preparando um plano de contingência que abrangerá as 112 comarcas e o Tribunal de Justiça para enfrentamento de possíveis tragédias climáticas. A intenção é preparar a instituição para o pronto restabelecimento de serviços em qualquer situação.

 

O presidente do TJ, desembargador Francisco Oliveira Neto, faz parte do grupo de trabalho junto com Corpo de Bombeiros Militar, membros da Casa Militar, da Polícia Civil, da Polícia Científica, da Diretoria-Geral Administrativa (DGA), da Diretoria de Engenharia e Arquitetura (DEA), entre outros órgãos para o desenvolvimento de plano de contingência.

 

Finalista

Os sistemas VigIA e GuIA, desenvolvidos pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) com o uso de modernas tecnologias de inteligência artificial (IA), para identificar irregularidades em editais, de forma objetiva, precisa e concomitante, foram eleitos entre os seis finalistas ao prêmio Case de Sucesso da área de Governo do Brasil. A seleção ocorreu durante o CIO Brasil Gov 2024, realizado na última semana, em Florianópolis.

 

Parceria

A UniSul, integrante do ecossistema Ânima, assinou nesta terça-feira, 28, um Termo de Cooperação Tecnológica com a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) para potencializar a capacidade inovadora de estudantes e professores e oferecer soluções a empresas do Estado. A parceria ocorre via U-Connect, Programa Permanente de Inovação da universidade.

 

No mesmo dia, foi assinado também um convênio de ensino dual entre ACATE e a Ânima. Professor e coordenador de Inovação da UniSul, Eduardo Blanco, explica que o propósito é desenvolver ideias junto a empresas locais, unificando a expertise em pesquisa científica da Ânima/UniSul e o programa de pré-incubação da ACATE.

 

Economia

A economia de Santa Catarina cresceu 3% de janeiro a março de 2024 em comparação com igual período do ano passado, de acordo com o indicador de desempenho econômico medido pelo Banco Central (IBC-BR). O IBC do primeiro trimestre superou a média nacional do período, que foi de 1%.

 

O indicador, considerado uma prévia do PIB, subiu 2,7% no acumulado dos últimos 12 meses no estado, também acima da média nacional do período, que foi de 1,7%. Na avaliação do Observatório FIESC, no acumulado dos três primeiros meses do ano, o desempenho da atividade econômica catarinense foi influenciado por dois principais fatores: a demanda interna aquecida e também o aumento de exportações em setores relevantes para a economia do estado.

 

Aumento

As cinco praças de pedágio das rodovias BR-116 e BR-376, no Paraná, e BR-101, em Santa Catarina, sob concessão da concessionária Arteris Litoral Sul, terão suas tarifas reajustadas a partir de hoje. A nova tarifa básica de pedágio passa de R$ 4,90 para R$ 5,20.