Polícia Civil identifica todos os envolvidos no caso das agressões após acidente

“Já foram identificados todos os envolvidos, inclusive o que aparece agredindo uma pessoa. Uma coisa é certa: o agressor ou os agressores vão ser responsabilizados”, afirmou o delegado Cassiano Tiburski.

 

Foto: Divulgação/Redes sociais

 

 

A Polícia Civil já identificou todos os envolvidos no caso das agressões após um acidente de trânsito, ocorrido na madrugada de sexta-feira (24), em Mafra.

 

A situação ocorreu na avenida Nereu Ramos, minutos depois de uma Mercedes Benz/C bater em um caminhão que estava estacionado e ir parar no pátio de um posto de combustíveis. Com o impacto, o passageiro morreu na hora.

 

Inicialmente tratado apenas como acidente de trânsito, o caso ganhou grande desdobramento após imagens, divulgadas pelas redes sociais, mostrarem o motorista saindo com vida do carro e sendo agredido minutos antes de também ir à óbito.

 

De acordo com o delegado regional de Mafra, Cassiano Tiburski, os fatos estão sendo apurados pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), tendo o delegado Eduardo Borges como responsável.

 

 

“Através da análise de dezenas de imagens e por meio de colheita de depoimentos de testemunhas, a Polícia Civil já identificou todos os envolvidos, inclusive o que aparece agredindo uma pessoa”, afirmou Tiburski.

 

Ainda, de acordo com o delegado, várias pessoas já foram interrogadas no mesmo dia dos fatos. Conforme com as investigações, o motorista do veículo realmente saiu com vida e em seguida, foi agredido por uma pessoa, já foi identificada.

 

“Juridicamente falando, com relação a conduta dessa pessoa, se ficar comprovado que foi determinante para a morte, ela vai ser responsabilizada pelo crime de homicídio doloso, quando a pessoa assume o risco de matar com o seu comportamento”, explicou o delegado.

 

Tiburski também explicou que a Polícia Civil ainda depende dos laudos das perícias necroscópica, do veículo e do local dos fatos. “Esses laudos serão determinantes para esclarecer a responsabilidade desse agressor ou de outros agressores. Uma coisa é certa: o agressor ou os agressores vão ser responsabilizados. A Polícia Civil está profundamente engajada em esclarecer todos os fatos e trazer os esclarecimentos suficientes para que todos os culpados sejam punidos”, concluiu o delegado regional.