Atletas rionegrenses fazem vaquinha para realizar sonho de jogar futebol na Europa

Jovens foram convocados para atuar em clube de Portugal, mas precisam arrecadar fundos para a viagem.

Foto: Divulgação

 

Continua após a Publicidade

Continua após a Publicidade

 

Os atletas rionegrenses Luãn Douglas Fragoso, de 17 anos, e João Vitor Schafauser, de 18, precisam arrecadar fundos para realizar o sonho de jogar futebol profissionalmente na Europa.

 

Os dois estão na equipe do Paraná Clube e treinam há cerca de um ano na Associação Atlética Souza Cruz, em Rio Negro, com o treinador Roider Gonzalez.

 

Em setembro deste ano, 9 atletas da equipe participaram de uma seletiva em Curitiba para atuar no Clube Desportivo de Sobrado, em Portugal.

 

Entre 100 atletas de todo o país, Luãn e João foram os únicos rionegrenses selecionados para o clube. “Foi uma experiência incrível. Nunca tínhamos participado de uma avaliação individual e conseguimos mostrar um pouco do nosso talento. De todos os participantes, ficamos entre os 14 selecionados”, contam os atletas.

 

No entanto, a dupla precisa arrecadar R$ 7.500 cada um, para pagar as despesas da viagem e custos de alojamento e alimentação. Os atletas contam com a ajuda de empresas e da população riomafrense para conseguir parte do valor até segunda-feira (11).

 

Amor pelo esporte

Luãn e João são atletas de futebol e amigos desde os 4 anos. Moradores da Vila São Judas Tadeu, em Rio Negro, os dois compartilham desde pequenos, o sonho de se tornar jogador de futebol profissional. A dupla integrou diversas escolinhas de futebol da região e aos 11 anos, começaram a disputar competições.

 

Luãn joga bola desde os seis anos e segue os passos do pai, que já integrou alguns clubes da região. Em 2020, o atleta, que joga como meia-atacante, sofreu uma lesão e fraturou o tornozelo. “Eu achei que meu sonho tinha acabado, mas Deus sabe o que faz. Fiquei um mês fazendo fisioterapia e voltei para os treinos com garra e determinação”, disse.

 

Já João Vitor treina desde pequeno e sempre se dedicou ao esporte, passando por escolinhas da região, na posição de atacante.

 

“A maioria dos meninos sonha em jogar profissionalmente e agora temos uma oportunidade. Contamos com a ajuda da população riomafrense para tornar este sonho possível. Qualquer valor ajuda”, afirma.

 

 

 

Para ajudar a dupla a arrecadar o valor total, clique aqui e faça uma doação.