Irmãos de Rio Negro buscam espaço na música sertaneja

Joaquim e Raffael falam sobre o amor pela música herdado pelo avô.

Foto: Divulgação

 

Continua após a Publicidade

Continua após a Publicidade

 

Naturais de Rio Negro, os irmãos Josuel Elias Portela e Johnatan Willian Elias Portela adotaram os nomes artísticos de Joaquim e Raffael e estão há 7 anos trilhando caminho na música sertaneja.

 

O amor pela música surgiu com o finado avô em Rio Negro, o violonista Argemiro Fagundes dos Anjos, conhecido como “Boca Rica”, que integrava a dupla Pintassilgo e Pintagol e que fez história em diversos festivais e rádios da região.

 

“Nosso avô sem dúvida foi uma de nossas maiores inspirações. Passávamos vários domingos com ele em rodas de violão, ouvindo as modas caipiras que ele amava”, conta Raffael.

 

Mais velhos, os irmãos se mudaram para Curitiba, onde ficaram por 10 anos. Lá, eles começaram a dar os primeiros passos na música e integraram uma banda gospel.

 

Tempos depois, após uma passagem de 5 anos pelo Rio Grande do Sul, a dupla decidiu abraçar as raízes e o gênero do sertanejo. “O sertanejo está no nosso sangue e faz parte da nossa história. Hoje estamos de volta à Rio Negro, mas percorremos várias cidades, levando nossa música a todos os cantos do Sul do país”, ressalta Joaquim.

 

A dupla tem duas músicas autorais gravadas “Azedou”e “Juntando os cacos”, e uma sequência com três regravações que receberam uma nova roupagem.

 

 

Para conhecer o trabalho da dupla, acesse o perfil oficial no YouTube.