Atividades portuárias em SC ocupam um lugar de destaque no cenário econômico

Com um litoral de 500 quilômetros de extensão, o Estado ainda possui um potencial significativo para expandir na área portuária.

Foto: Marcos Porto/Secom

 

 

Na última semana, publicamos aqui na coluna que a empresa dos irmãos Batista, a JBS, iria assumir as operações de contêineres no Porto de Itajaí. Na realidade, a subsidiária da JBS, a Seara vai assumir o arrendamento provisório do porto, cuja concessão estava nas mãos da Madá Asset Management, que vinha mantendo a operação mínima do porto, que é um dos principais canais de exportação catarinense.

 

Esta semana, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Eduardo Nery Machado Filho, emitiu parecer favorável à alteração societária do contrato de arrendamento provisório. Assim, a Seara, do grupo JBS, passa a assumir o controle da empresa Mada Araújo Asset Management Ltda. com 70% das cotas societárias. Ou seja, a Mada Araújo continua como arrendatária do porto.

 

As atividades portuárias em Santa Catarina ocupam um lugar de destaque no cenário econômico brasileiro e, com um litoral de 500 quilômetros de extensão, ainda possui um potencial significativo para expandir. O Sul do Estado, por exemplo, possui apenas um dos terminais catarinenses, o Porto de Imbituba, mostrando um desequilíbrio em relação à região Norte, que abriga os outros quatro portos catarinenses.

 

Um novo empreendimento portuário pode diminuir esse desequilíbrio entre as regiões de Santa Catarina. A Imbituba Empreendimento e Participações (IEP) tem um projeto para um novo terminal, com um investimento privado no valor de R$ 600 milhões e estimativa de gerar 400 empregos diretos e indiretos, porém, a implantação do novo terminal tem sido travada pela insegurança jurídica. A área de 275 mil metros quadrados, na praia do Porto, prevista para o empreendimento, foi invadida irregularmente nos últimos anos. A empresa busca na justiça a reintegração de posse para dar início às obras.

 

Portos parados é economia estagnada. É bom lembrar!

 

Novo parlamentar na Alesc

Foto: Agência AL

 

Mais uma mudança no quadro de deputados da Alesc. O ex-prefeito de Rio do Campo, Rodrigo Preis (PT), tomou posse como deputado estadual nesta quinta-feira (23), durante a sessão plenária, na Alesc.

 

Ele substituirá o deputado Padre Pedro Baldissera (PT), que se licenciou por 30 dias, sem remuneração, para tratar de interesse particular. Rodrigo Reis se comprometeu em atuar na defesa de políticas públicas em favor da agricultura familiar catarinense. Preis é agricultor e integra a direção da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar de Santa Catarina (Fetraf/SC).

 

Interdição

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), reiterou à Companhia de Águas e Saneamento (Casan) que interdite imediatamente uma das três estruturas do Reservatório Irineu Comelli, em São José. Um laudo de vistoria do Centro de Apoio Operacional Técnico (CAT) do MPSC apontou a necessidade de esvaziamento completo, por precaução, até a conclusão de estudos mais aprofundados e identificou vícios construtivos como ausência e deficiência de impermeabilização, pilares posicionados em locais diferentes dos previstos no projeto, manifestações patológicas como armaduras expostas e bicheiras, além do histórico da obra que colapsou e pertencia ao mesmo contrato.

 

Estação Inverno

O governador Jorginho Mello e o secretário de Estado do Turismo, Evandro Neiva, lançam nesta sexta-feira, 24, a segunda edição da Estação Inverno durante a abertura da 34ª Festa Nacional do Pinhão em Lages. Assim como no primeiro ano, o Governo do Estado une setores estratégicos para dar ao inverno a mesma relevância que a temporada de verão já ocupa em Santa Catarina. A ideia é aumentar o fluxo econômico, oferecer suporte às atrações de inverno, e, assim, influenciar para que outras estâncias turísticas também busquem reconhecer e investir no potencial durante os meses de frio, do Litoral ao Oeste.

 

Empreende Brazil

O Empreende Brazil Conference começa nesta sexta-feira, 24, com uma extensa programação com mais de 70 palestrantes. É esperado um público de 6 mil empreendedores de todo o país. Já estão confirmados participantes de mais de 20 estados brasileiros e também de todas as regiões catarinenses. O evento, que reunirá grandes nomes como o do ex-ministro Paulo Guedes, os atores e empresários Deborah Secco e Malvino Salvador, a apresentadora Gabriela Prioli e o estrategista digital Pablo Marçal, segue até sábado na Arena Opus, na Grande Florianópolis.

 

Rodovias do Oeste

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) assinou a ordem de serviço para ampliar os serviços de manutenção e conservação das rodovias do oeste de Santa Catarina. Serão investidos R$ 194 milhões nos próximos cinco anos para trechos das rodovias BR-282/SC, BR-480/SC e BR-158/SC. O novo contrato prevê serviços de restauração do pavimento, com execução de reciclagem da base do asfalto, recapeamento e pintura, entre outros serviços de melhorias na pista. Também serão contemplados os trabalhos de roçada, poda e limpeza de bueiros e galerias.

 

Serão destinados cerca de R$ 80 milhões para este contrato já em 2024, iniciando os trabalhos pelo trecho de Pinhalzinho da BR-282/SC.

 

Sancionada

O governo de Santa Catarina sancionou uma lei que proíbe pessoas de fumarem cigarro e derivados de tabaco em parques e playgrounds. Válida para ambientes públicos e privados, o texto prevê multa de R$ 840 para os infratores. Segundo o deputado Jair Miotto (União Brasil), autor do projeto na Assembleia Legislativa (Alesc), o novo regramento complementa a Lei Estadual 7.592/1989, que trata da proibição de fumo em locais fechados.