Amigas abraçam sonho de empreender e criam confecção de roupas

As empreendedoras Bárbara e Suelen conquistaram o público com peças exclusivas e um novo conceito em moda feminina.

Continua após a Publicidade

Continua após a Publicidade

 

Ao longo dos anos, as mulheres começaram a ganhar cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Histórias de sucesso e superação são cada vez mais frequentes. Este é o caso das amigas e agora empreendedoras do ramo têxtil, Bárbara Cristina Godoi de Linha, de 30 anos, e Suelen de Lima, de 31, que mesmo em meio à pandemia, foram movidas pelo desejo de empreender.

 

“A gente sabia que não podia ficar esperando as coisas acontecerem e fomos atrás de nossos sonhos”, revela Bárbara, que ao lado da amiga, fundou a marca de roupas e assessórios Madelaine Modas. Com foco em moda feminina e com boa parte das vendas com produtos de fabricação própria, a marca ganhou as redes sociais e agora as sócias se preparam para inaugurar sua primeira loja física.

 

A história delas começa há 10 anos, quando Bárbara e o marido, deixaram Rio Negro para tentar a vida em Jaraguá do Sul em uma fábrica de vestuário, a mesma fábrica onde conheceu Suelen.
“Depois que tive minha filha, percebi que estava infeliz com minha vida e precisava tomar coragem para mudar e sair do comodismo. Nesta época, eu e a Suellen começamos a participar de convenções e seminários de empreendedorismo e a ideia de criar um negócio próprio foi ficando cada vez mais clara”, conta Bárbara.

 

Suelen, que desde a infância sonhava em ser estilista e iniciar seu próprio negócio no ramo da moda, conta que a iniciativa exigiu coragem e determinação. “Tivemos que mergulhar no mundo da moda, estudar as tendências e buscar alternativas para atingir o público. Não foi um caminho fácil, tivemos que passar várias noites acordadas, mas no final, veio o reconhecimento”, comemora.

 

Foco no trabalho

Para Suelen, o desafio é continuar buscando a realização do sonho, mesmo que isso pareça impossível. “Claro que é gratificante ver as mulheres conquistando espaço no mercado de trabalho. Por outro lado, vale lembrar que o preconceito existe, e muitas vezes vêm de pessoas que não acreditam nelas mesmas e tentam prejudicar o sonho dos outros. Nunca deixei isso me abalar e tento sempre manter o pensamento positivo”, diz.

 

Confiança

Outro ponto destacado pelas empresarias é a confiança mútua entre elas. “Admiro a capacidade de concentração, calma, coragem e determinação da Suelen. Acredito que nossas conquistas estão atreladas à nossa união e comprometimento”, revela Bárbara.

 

Para Suelen, sem essa confiança praticamente seria impossível o sucesso. “Admiro a honestidade, o astral e até a teimosia da Bárbara. Já fui uma pessoa muito negativa, mas ela me ajudou a mudar minha forma de pensar. Hoje acredito muito mais no nosso potencial e sei que vamos chegar longe juntas”.

 

Serviço

Madelaine Modas

Facebook | Instagram